Venkonnect

Fique por dentro de nossas notícias

Estudo revela que a SD-WAN é a melhor opção em conectividade de rede

21 de Setembro, 2021

Foram avaliados 400 links MPLS e 700 links IP de diferentes regiões do Brasil.

Uma pesquisa realizada pela Pinpoint, especialista em gestão de redes e segurança, mostra o que deve ser levado em consideração ao migrar de uma rede MPLS - Multiprotocol Label Switching para uma SDN-WAN - Software Defined-Wide Area Network, que tem como premissa a máxima disponibilidade de links com gestão de ativos variados para melhor redundância. Com a digitalização cada vez maior dos negócios, a opção se mostra como a que traz mais resultados para os negócios, em se tratando de performance, conectividade e segurança.

“Depois de migrar às pressas operações inteiras para o ambiente digital, no início da pandemia, as empresas estão revendo seu ambiente de TI e isso inclui a estrutura da rede. É crucial, portanto, entender qual é a solução mais efetiva”, afirma Artur Araújo, diretor de Produtos da Pinpoint. Por isso, garantir um acesso rápido, seguro e com alto nível de adaptabilidade é um dos maiores desafios. Nesse contexto, a migração de redes MPLS para uma estrutura baseada em links IP/SD-WAN tem se popularizado no Brasil.

O SD-WAN proporciona alto desempenho a um custo atrativo considerando melhor capacidade de banda larga e flexibilidade no uso da Internet, que passa a ser gerenciada sob demanda, e maior controle de acesso à rede. Um estudo realizado com 10 empresas, entre clientes e não clientes da Pinpoint, envolvendo diversas verticais de negócios e regiões do Brasil, analisou o desempenho de 400 links MPLS e 700 links IP/Internet ao longo de seis meses. O objetivo foi entender qual é o impacto e as vantagens da migração de tecnologias de redes.

A Pinpoint comparou uma estrutura com um link MPLS contra uma de dois links IP, rodando sobre uma estrutura SD-WAN (fabricantes padrões de mercado). O resultado mostra que a disponibilidade foi semelhante, quando MPLS foi comparado com SD-WAN tendo apenas dois links. No entanto, com profissionais certos e terceirização, a SD-WAN, que pode ter até mesmo mais links redundantes, se mostrou mais vantajosa na análise geral.

Em resumo, estes foram os achados:

A disponibilidade entre os dois modelos (1 MPLS versus 2 links IP/Internet em redundância) foi superior a 99,5%, variando mês a mês, estatisticamente, o melhor desempenho.

Assim, é possível verificar que a disponibilidade entre os dois modelos é comparável. Para se atender um SLA mais agressivo em redes SD-WAN, como o conseguido com dois links MPLS redundantes, a recomendação é fazer uma busca por operadoras que entreguem em cada localidade um link de melhor qualidade (o que precisa ser analisado site a site e executado um processo contínuo de análise de qualidade), ou até mesmo trabalhar com três links IP/Internet independentes.

“O SD-WAN, quando implantado e administrado por profissionais especializados, é custo efetivo e permite muito mais do que a aparentemente resolutiva alta disponibilidade, mas uma operação mais equilibrada e preparada para os desafios do dia a dia. Com a digitalização cada vez maior dos negócios, essa opção de rede se mostra como a que traz mais resultados para os negócios, em se tratando de performance, conectividade e segurança”, finaliza Araújo.

Na Venko Networks, a implementação é feita por profissionais especializados e é ainda mais efetiva em termos de custos e disponibilidade por ser uma SD-WAN desagregada e Open-Source, baseada na plataforma aberta Flexiwan, de quem a Venko é parceira no Brasil. A melhor performamce é obtida através de múltiplos links, entregando a melhor conectividade, em tempo real, para cada operação. O que significa dizer que, no momento em que ocorre a conexão, de maneira automática, é entregue o melhor link para aquela aplicação específica, unindo 4G, wi-fi e fibra, por exemplo, a um custo muito inferior do que um link dedicado.

Saiba mais sobre a solução de SD-WAN da Venko, clicando aqui.

Fonte: RTI

Imagem: Freepik