en

Múltipla Abordagem para Alta Disponibilidade

Autor: Ricardo Pianta

Uma das grandes razões, talvez a principal, da migração de empresas para soluções SD-WAN é aumentar a disponibilidade da sua conectividade. Isso é especialmente verdadeiro em empresas com grande capilaridade, com unidades em localidades pequenas e distantes, onde a disponibilidade de provedores de acesso é reduzida.

Vamos demonstrar nesse artigo como obter múltipla abordagem real, e como a múltipla abordagem com circuitos de baixo custo pode levar à altíssima disponibilidade com baixa complexidade.

Mas, para que uma dupla ou tripla abordagem seja válida, é fundamental que cada circuito de acesso seja realmente independente. É isso que chamamos realmente de múltipla abordagem. Contratar serviços da mesma tecnologia de um mesmo provedor é garantia de que não haverá a múltipla abordagem. Serviços diferentes de um mesmo provedor usando acessos com tecnologias de implantação similares, normalmente significa também que a abordagem está comprometida. Um rompimento de fibra ou cabos provavelmente vai derrubar ambas as conexões...

Implementações sólidas de SD-WAN com alta disponibilidade exigem que os provedores de acesso sejam distintos para cada localidade. Por mais que um provedor garanta a dupla abordagem no momento da contratação, isso não é sustentável ao longo do tempo. Os departamentos de engenharia, que fazem a implantação de rede de cada operadora não consultam as condições de cada contrato na hora de organizar ou reorganizar os acessos.

Matematicamente, calcula-se a disponibilidade da seguinte forma. Dados 3 acessos A, B e C, com as seguintes disponibilidades:

A – 99,50% (Link MPLS)

B – 98,00% (Link Corporativo)

C – 95,00% (Internet Banda Larga)

Calculamos a disponibilidade pela seguinte fórmula:

1-(1-A)*(1-B)*(1-C) = 1 – (1-0,995)*(1-0,98)*(1-0,95) = 99,99950%

A partir dessa fórmula, podemos ver que a combinação de links de banda larga, com relativamente baixa disponibilidade, permite atingirmos altíssima disponibilidade:

A – 95,00%

B – 95,00%

Disponibilidade = 1 – (1-A)*(1-B) = 99,75%

Se agregamos um terceiro link igual, chegamos à 99,9875%!

Para quem quiser ir mais fundo nessa análise, sugiro a leitura desse artigo técnico.

Como é matematicamente comprovado, não há necessidade de onerosos circuitos corporativos para chegarmos a alta disponibilidade. Em muitas situações, pode ser muito mais vantajoso ter uma terceira WAN com alguma tecnologia wireless (3G/4G ou satélite), ou cerca de 2,5 horas de indisponibilidade por ano!

A recomendação é:
  • contrate diretamente ou selecione uma empresa especializada na contratação dos acessos, de forma a garantir múltipla abordagem real;
  • selecione uma solução de SD-WAN que permita tripla abordagem usando tecnologia wireless;
  • escolha um CPE universal que garanta a implementação segura do acesso 3G/4G, usando módulos internos seguros, sem modem externo conectado à porta USB;
Um exemplo interessante dessa estratégia de dupla abordagem é o processo de compra lançando pelo Banrisul – Banco do Estado do RS – para renovação do seu serviço de SD-WAN. A compra foi dividida em 2 lotes, cada lote com 1 acesso para cada uma das suas localidades. Nesse processo, a empresa vencedora do primeiro lote está automaticamente desclassificada para fornecedor o segundo lote, garantindo assim a dupla abordagem real.

Venko Networks tem alternativas de SD-WAN e uCPE adequadas a soluções de alta disponibilidade versáteis e modulares, garantindo o melhor custo total da solução.